Arquivo da tag: desfralde

“Coequinhas”

Padrão

O lance é pegar amor pela cueca. Desejar uma cueca verde do fundo do coração. Ir ao bazar comprar um trio de cuecas novas, porque nele vem uma verde, ainda que seja verde musgo e dois números maior que o necessário. Carregar a sacolinha até chegar em casa. Querer – e conseguir – vestir sem lavar. Esse é o espírito da coisa.É claro que é um saco levar no banheiro a cada meia hora – ainda mais porque nada garante que no minuto 32 não venha a escapar algo mais.  E muito mais chato do que trocar fralda é trocar cueca, calça, meia, sapato e tapete. A cada trinta e dois minutos.

Uma cueca molhada de xixi fica triste. Já uma cueca feliz de verdade é bem sequinha e limpa. Daí que um pouco de mente aberta facilitou todo o resto. Alguém já pensou em pôr a cueca por baixo da fralda? Porque ninguém nunca me falou isso? Para mim essa ideia foi uma revolução.

Depois que o menino pega amor pela cueca, basta haver uma cueca em primeiro plano e, em teoria, todas as demais vestimentas serão preservadas. Na prática, porém, não se compromete a higiene de toda a casa-cadeirinha do carro-casa dos outros-etc, se houver uma fralda por cima da cueca.

E à cueca predileta do dia pode ser dada maior carga dramática… Ele quer a “coecalanja”?  Se estiver lavando, terá que escolher outra. Quer a “coecamalela”, para combinar com a meia?  Se estiver secando, terá que fazer outra opção. E trocar de meias também, por que não? Então é melhor fazer xixi no banheiro e não na “coecazulcala”. Estamos entendidos?

O problema é que, em se tratando da personalidade forte do Pi, quem se destaca é sempre a… “COECAPETA”.

A criança pinta o primeiro quadrado com a cor da cueca que acabou de vestir. Na próxima ida ao banheiro, se estiver seca, desenha-se um rosto feliz e pinta-se o próximo quadrado da mesma cor, até que se troque a cueca. Se a cueca for molhada, desenha-se um rosto triste e completa-se o próximo quadrado com a nova cor.

Anúncios