Arquivo da tag: leite materno

SMAM: Seja um Multiplicador do Apoio às Mães

Padrão

Hoje começa a Semana Mundial do Aleitamento Materno, SMAM. Estas letrinhas também abreviam “Seja um Multiplicador do Apoio às Mães”.
Nestes próximos dias, traga à consciência o fato de que ninguém mais, além daquela determinada mulher, é mãe do filho dela. E de que ela é a melhor mãe que pode ser naquele momento.
Deixe que a prioridade de uma mãe recente seja seu filho. Aja respeitando o espaço deles. Compreenda o tão típico momento atípico que vive uma casa puérpera.
Pergunte se e quando deseja visitas. Disponha-se para realizar tarefas cotidianas que poupem o tempo de trabalho dela. Seja pró-ativo e cuide para não ser invasivo.
Ofereça água, carona, faxina, carreto para as compras, um ombro silencioso.
Escute as angústias, as dores, os lamentos, os medos e os pavores. Dê espaço para que saiam pela boca as palavras presas na garganta e para que saiam pelos olhos as lágrimas do indizível.
Compreenda as contradições. Nenhum de nós é o dono da coerência. Muitas coisas vão mesmo bem, e não é por elas que ela se lamenta.
Tenha paciência com o processo de adaptação da mulher e do bebê à amamentação. Persista ao lado dela. Cuide de não disseminar mitos e histórias de terror.
Confie na natureza feminina e busque informações fidedignas. Ajude a dupla necessitada a procurar mais ajuda.
Não desista primeiro. Enquanto ela tem esperança, confie. E se assistí-la chegar ao seu limite, sinta-se privilegiado por testemunhar o espetáculo da humildade humana. Respeite, com a totalidade da admiração que se pode ter pelo real.
Procure compreender os desejos da mãe, mesmo que sejam diferentes dos seus. Compartilhe a sua experiência e faça suas sugestões com delicadeza e respeito. Detecte quem é o protagonista do momento.
Permita que mulheres amamentem em seu estabelecimento comercial, em seu local de lazer, em sua igreja, em um cantinho confortável da sua casa. Mesmo que o bebê já seja grandinho na sua opinião.
Não insista para que a mulher que amamenta coma o que você quer, nem para que consuma álcool. Não fume perto dela ou de seu bebê.
Por mais que te doa, aceite que mulheres ofereçam a seus bebês outros alimentos que não o leite materno. Mesmo que ainda sejam muito pequenos na sua percepção. Elas têm motivos.
Entenda que jovens bebês são alimentados por suas mães e favoreça essa vinculação sempre que possível.
A amamentação é uma possibilidade muito poderosa de estabelecimento do laço entre mãe e filho. Deve ser promovida e protegida.
A amamentação não é a única forma de vínculo profundo entre a mãe e seu bebê. Caso seja impossibilitada ou interrompida, ajude a dupla a fartar-se do restante: tempo, colo, olhar, convivência, pele, cuidado. E compreensão.
Esta semana, e nas outras também, seja um multiplicador do apoio às mães.

Anúncios